Magazine A!

QUAL O MELHOR ÓCULOS PARA VOCÊ

Chantal Goldfinger é apaixonada por óculos e sabe tudo sobre o assunto. Ela te ajuda a escolher o modelo mais adequado para você

Aquele que te veste da mesma maneira que aquela capa de Mulher Maravilha ou Batman vestiam quando você, cara ou caro, era criança. Sim é isto mesmo, os óculos devem te dar poderes, os mesmos poderes sobrenaturais, mas neste caso visíveis, que a fantasia te proporcionava na infância.

Ah, você quer saber qual tipo de óculos vai com seu rosto? Seu cabelo? Seu tom de pele? Impossível dizer assim sem te conhecer, e mesmo te conhecendo este fatores pouco interessam. As revistas o fazem. Tentam criar padrões de grupos genéricos de ‘formatos de rostos’ para vender matérias e manuais de compra que vão de nada a lugar algum. Não caia neste golpe. O rosto é seu, as orelhas e o nariz são seus, e não pertencem a uma foto impressa em qualquer revista de moda. Não se pode comprar óculos assim, como quem vai ao supermercado com uma listinha mensal.

Dê uma chance aos óculos. Pense nos óculos como em um belo par de sapatos. Você nunca viu um manual simplista para comprar sapatos, viu? Ou vai me dizer que quem tem o dedão gordo deve comprar sapatos com bico quadrado e quem tem pé chato deve se ater aos modelos triangulares? Viu? Não, né? As revistas ainda não nos forneceram este manual. Então, o mesmo vale para os óculos.

É preciso provar, sentir seu peso, se adequar à sua coloração, à sua forma, e iniciar uma troca com este ‘necessório’. Se você sentir muita necessidade em seguir uma regra, aqui vai ela: Ao provar a armação da SUA (já vamos voltar nisto) escolha veja se ela não está cobrindo sua sobrancelha. O ideal é que aconteça um diálogo harmônico entre sua sobrancelha e o desenho da armação.

A única opinião que importa na hora da compra é a sua. Seja egoísta e egocêntrico. O rosto é seu! A personalidade é sua. Não sou terapeuta e não pretendo entrar no mérito dos egos e dos diversos tipos de personalidade já mapeadas. A questão é mais simples, se os olhos são a janela da alma, e é através deles que vemos o mundo e nos comunicamos com ele, então estas janelas merecem molduras à altura.

Estas molduras têm que enaltecer seu olhar, sua essência e consequentemente sua personalidade. Por tanto não se preocupe com o olhar alheio. A única pessoa que tem que se sentir confortável é você. Para se sentir confortável dê aos óculos uma chance. À primeira vista todos são incômodos e todos parecem quebrar a harmonia perfeita do seu rosto. Claro! Estão bem no meio da sua cara, direcionando olhares e desenhando sobre sua beleza natural. Vista-os, abra e feche os olhos, ande pela ótica, se olhe de perto, de longe, apenas com um olho, com um sorriso…sem preconceito. Deixe os óculos falarem com você e por você.

bytheeyewear.com